Por essa ninguém esperava. O artista Eric Drass (que usa o codinome Shardcore para a divulgação de seus trabalhos) converteu a sequência de DNA do COVID-19 (enfim, o popular Coronavírus) em notas musicais. E depois foi para o estúdio gravar a composição.

“Já imaginou como é um vírus? O mundo está à beira de uma pandemia. Embora isso seja preocupante, a taxa de mortalidade é relativamente baixa, então, aconteça o que acontecer, este não será o ‘maior’ . De certa forma, a resposta da sociedade ao vírus é mais interessante do que o próprio vírus’, acredita ele, que escreveu sobre isso aqui.

A música tem mais de duas horas, mas Drass isolou um trecho de um minuto. Tá aí.

Tá com tempo? Pega aí as duas horas da canção original.

Via Laughing Squid   

Veja também no POP FANTASMA:
– Um filme de 1974 que ensina como pegar gonorreia