Aquela vez (aliás aquelas vezes) em que Terry Jones apresentou uma série de história medieval

"Terry Jones' Medieval lives", criada pelo já saudoso humorista do Monty Phyton, está inteira no YouTube

0
90

Olha por onde que Terry Jones, do Monty Phyton (morto aos 77 anos em 21 de janeiro após lutar contra a afasia degenerativa) andava lá por 2004. Ele estava aproveitando todo o seu conhecimento de história medieval (ele era realmente um historiador, além de humorista, escritor e roteirista) para escrever e apresentar a série Terry Jones’ Medieval lives, produzida para a BBC.

A série durou oito episódios e todos estão numa playlist no YouTube, lá em cima. A ideia de Terry era, entre outras coisas, destruir certos mitos e apresentar provas de que muita coisa que as pessoas têm como “fatos históricos” são impressões. Num episódio, ele conta que o rei Ricardo I (aquele mais conhecido como Ricardo Coração de Leão) era um péssimo monarca e só estava pensando em se aproveitar da Inglaterra para se favorecer na guerra. E que por outro lado, Ricardo III foi um rei bem interessante para o país.

O talento de Terry como historiador o ajudou em quase toda a sua carreira no Monty Phyton. Ele co-dirigiu Em busca do Cálice Sagrado ao lado de Terry Gilliam e comandou O sentido da vida e A vida de Brian. Terry também escreveu livros históricos e infantis e, em 1995, escreveu e apresentou outra série sobre o universo medieval para a BBC, Crusades, na qual aparecia usando até roupas de época para explicar determinados fatos. “Meu tema constante é que o mundo medieval é semelhante ao nosso, pois as mesmas pessoas sempre tiram vantagem das mesmas pessoas”, disse Jones aqui. “A humanidade não muda ao longo dos séculos”.

Aí em cima, uma playlist com tudo da série.