Os ingredientes de uma faixa clássica de house music

A "Vox" dissecou o assunto e contou a história do estilo musical

0
77

Se você não fazia a menor ideia, quando o projeto de ítalo house Black Box ia no programa britânico Top Of The Pops cantar seu principal sucesso do ano de 1989, Ride on time, a vocalista Katrin Quinol não estava dublando sequer a sua própria música. Os versos iniciais da canção foram sampleados de um grande hit da disco music, Love sensation, da cantora Loleatta Holloway. A canção do Black Box virou hit máximo da house music, fez sucesso no mundo todo e ajudou a espalhar o estilo musical pelo mundo.

A Vox recorda num vídeo (tá lá em cima) as origens da house music e enxerga conexões entre o surgimento dela e um dos acontecimentos mais bizarros da história da música pop – a Disco Demolition Night, quando um bando de imbecis destruiu vários LPs de disco music durante um evento num estádio. O evento rolou em Chicago e a house também foi desenvolvida por lá, por DJs e produtores locais que combinaram o ritmo da disco music com batidas cada vez mais energética.

O vídeo vai direto nas principais características do estilo musical: justamente por ser uma herdeira direta da disco, a house music depende muitas vezes de vocais no estilo “diva” (com influência direta do gospel), de riffs de piano e de uma batida forte. A sonoridade foi sendo divulgada em clubes e rádios (no caso, o time de DJs Hot Mix, da emissora WBMX, teve importância fundamental) e começou a gerar subgêneros como a acid house. O uso de máquinas como a TR-909 da Roland também ajudou a provocar revoluções no estlo. Acompanhe lá.