Um gênio do paisagismo aquático (já ouviu falar disso?)

Fotógrafo profissional, o britânico James Findley montou uma empresa só para trabalhar com isso e "inspirar pessoas"

0
245

O britânico James Findley trabalhava como fotógrafo profissional até conhecer o universo dos aquários e as obras de arte que poderia criar, construindo pequenos mundos embaixo d’água. Resolveu montar uma empresa de aquascaping (paisagismo aquático) chamada The Green Machine, só para trabalhar com isso.”Quero que a empresa inspire pessoas”, conta em texto publicado no site da empresa. “Quero que mostre a elas o que elas podem alcançar e o que é preciso para fazer isso”.

O cara compara o trabalho que ele faz a uma pintura. “Um artista tem que entender o que acontece quando ele coloca sua tinta em uma tela. É só você entender o que acontece quando coloca plantas em substratos e adiciona CO2 e luz”, conta ele, que prefere trabalhar com tanques de menor profundidade e vai além do próprio aquário: quase sempre a paisagem aquática vira uma obra de arte de grandes proporções.

Aqui você acompanha alguns tutoriais do trabalho dele.


Via Bored Panda.