Parceiraço de John Frusciante (o acompanhou em discos solo e gravou um disco em dupla com ele, “A sphere in the heart of silence”, em 2004), o guitarrista Josh Klinghoffer (você sabe) foi para o lugar dele no Red Hot Chili Peppers. Os dois eram melhores amigos mas, segundo Klinghoffer, hoje em dia a dupla está afastada. O guitarrista revelou isso num papo com a “Gitarre & Bass Magazine”.

“Não tenho contato com John de verdade. Estamos os dois muito ocupados. Para ser sincero, seria estranho eu estar tocando com os Peppers e estar me divertindo com ele. Teria que ser algo que viesse naturalmente e em minha opinião, é melhor manter uma certa distância”, lamenta o músico, lembrando que, sim, ele e Frusciante já foram os melhores amigos um do outro. “E não estou planejando ficar o resto da vida sem falar com ele, só tomamos caminhos diferentes. Seria estranho mesmo se nos falássemos. Especialmente no meu cado, que tive alguns problemas no último disco dos Chili Peppers. Não teria nada a ver eu ligar para ele para reclamar e falar sobre como me sinto impotente em certas situações. Por que eu mostraria minhas fraquezas para ele, e por que ele me ouviria? E o quanto isso iria machucá-lo? Melhor deixar a poeira assentar”.

No papo, Klinghoffer também disse que não se imagina tomando a decisão radical de largar a banda para fazer discos solo. “Acho que ele teve mais razões para sair do grupo do que apenas essas, de fazer menos turnês e se dedicar mais à sua música. Não me imagino, particularmente, tomando esse tupo de decisão tão cedo. AMo tocar na banda e espero mais meios de criar algo especial”.

Ficou curioso de ouvir o tal disco que Frusciante e Klinghoffer gravaram em dupla? Olha aí. O disco foi gravado e lançado numa época especialmente produtiva para Frusciante, que prometera lançar seis discos em seis meses de férias dos RHCP (demorou oito meses na verdade).