Você pode não saber, mas o estúdio Electric Lady, criado por Jimi Hendrix pouco antes de morrer, passou por maus bocados recentemente. A casa estava com poucas gravações agendadas (chegaram a contar dez dias sem que os aparelhos fossem ligados). Os artistas estavam preferindo realizar seus trabalhos em estúdios caseiros, ou em lugares com configuração diferente.

O local, conhecido pelo seu pé direito “diferenciado”, estava precisando de reformas básicas – que ninguém fazia. Até que um dos empossados diretores do estúdio meteu a mão na massa, chamou pedreiros, gastou grana e passou a convidar artistas conhecidos para realizar gravações lá, de graça. Depois de alguns anos, o jogo virou e o Electric Lady passou a valer o investimento.

Hoje, ao que parece, as coisas andam mais agitadas por lá. É o que explica essa reportagem levada ao ar em fevereiro pela CBS, que mostra nomes como Dan Auerbach (Black Keys) e Roger Waters fazendo sessões de estúdio no Electric Lady e explicando porque é que o estúdio, depois de vários anos, continua tão especial. Confere aí. E será que Jimi, o gato do estúdio, é mesmo a reencarnação do fundador da casa?

View this post on Instagram

electric lady: 47 years old today. thank you, jimi hendrix. thank you, eddie kramer, thank you, jim marron. thank you, john storyk (not pictured). you dudes are our mount rushmore and we work hard to defend and protect the mothership you built for us long ago. ⚡️💀⚡️| photo: fred w. mcdarrah for the village voice, 1970.

A post shared by Electric Lady Studios (@electricladystudios) on

Mais Jimi Hendrix no POP FANTASMA aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA