Alguns anos antes de fazer sucesso com o Radiohead, Thom Yorke era um frequentador da cena punk britânica, e fazia parte de um grupo chamado Headless Chickens. Digamos que era um grupo cheio de personalidade. Além do nome engraçadinho, eles ainda chegaram a incluir dois violinistas, John Matthias e Laura Forrest-Hay. A formação variou bastante nos poucos anos em que a banda existiu. Yorke era responsável por voz e guitarra.

Olha aí a banda em 1989 tocando “High and dry” (que anos depois viraria hit com o Radiohead) na Universidade de Exeter, na Inglaterra. O Headless Chickens chegou a abrir shows do De La Soul e do Eat – este último, um grupo alternativo britânico que fez certo barulho entre as décadas de 1980 e 90.

O grupo gravou só uma faixa num EP colaborativo, ao lado de bandas com nomes tão bizarros quanto “galinhas sem cabeça”: Beaver Patrol, Jackson Penis e Mad At The Sun. Conheça a tal faixa, “I don’t want to go to Woodstock”. O EP saiu em 1989 pelo selo Hometown Atrocities. Na época, Yorke já tinha montado e desmontado o On A Friday, que depois viraria Radiohead, e encarava um bico de DJ num bar frequentado pelos estudantes de Exeter.

E, aliás, “Pablo honey”, primeiro álbum do Radiohead, fez aniversário nesta quarta (22).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here