Em 1969, David Bowie dava passos decisivos como popstar. No mesmo ano, uma empresa britânica chamada Lyons Maid, que existia desde 1925 e trabalhava basicamente com sorvetes e ice-lollies (“pirulitos gelados”, enfim – pouco menores que um picolé) pôs nas lojas o Luv Ice Lolly.

Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969

O Luv Ice Lolly era uma espécie de mini-picolé coberto de chocolate, cuja maior sensação era vir com vários trading cards de artistas pop. Por causa disso, a divulgação chamava o lance de “picolé pop”. Olha aí alguns deles, incluindo nomes como Brian Jones, Bob Dylan, Mick Jagger, etc.

Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969
Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969
Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969
Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969

Tem mais aqui.

Naquela época, com dois discos e vários singles lançados, e uma carreira que não engatava, David Bowie ainda não era grande o suficiente para aparecer na cartela de cards do Luv Ice Lolly. Mas estava tentando aparecer na TV e começou a fazer testes para comerciais. Conseguiu fazer uma aparição justamente na popíssima propaganda do sorvete. O reclame foi dirigido por ninguém menos que Ridley Scott. Olha aí.

“Cadê o Bowie?”, você pode estar se perguntando. Nem todo ator começa roubando a cena em seu primeiro papel: ele foi o segundo a subir a escada do ônibus e era o guitarrista dessa banda de bubblegum que apareceu no vídeo.

Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969

O tal lançamento do Luv Ice Lolly veio numa época em que a Lyons Maid estava botando vários produtos para vender nas lojinhas. Um dos mais conhecidos até o Luv Ice ser lançado era o Fab, que era vendido – entre outras coisas – por intermédio da ilustração acima. E que tinha relações com a série de TV Thunderbirds, daí a aparição de Lady Penelope, personagem do programa, na ilustração.

A ligação com o programa de TV acabou em pouco tempo. Mas o interessante é que o Fab existe até hoje e é fabricado pela Nestlé.

Luv Ice Lolly: David Bowie na guerra de sorvetes em 1969

E nessa época, rolava toda uma guerra de sorvetes, já que além dos vários produtos colocados à venda pela Lyons Maid (a empresa lançara também o Haunted House, uma espécie de sorvete de terror, com temas como Frankenstein, esqueleto e teia de aranha impressos em tinta comestível), a empresa concorria de perto com uma marca chamada Wall’s, que existia desde o século 19 e era responsável por picolés que hoje você compra na esquina, como Cornetto e Magnum. A Wall’s ainda existe como uma marca da Unilever, que adquiriu a empresa.

A Lyons Maid também foi adquirida, por sinal. Se você leu aí em cima que a Fab hoje está na Nestlé, foi ela mesma que comprou a Lyons, em 1992. O nome Lyons Maid chegou a ser liberado para uma empresa de sorvetes chamada R&R e reativado por uns tempos, em 2008.

Aproveitando, pega aí David Bowie com Space oddity, no programa de TV suíço Hits a go go, pouco depois de encarar a tal propaganda de sorvete.

Ah, se você gostou da tal música do sorvete Luv, novidade: ela tem nome (é Luv mesmo), é cantada por uma banda bubblegum chamada Mint e saiu em disco. Acompanhe a letra aqui.