Sabe aquela vontade de que você tem de ouvir música junto de alguém? O veterano punk Henry Rollins não tem isso, não. Ele tem um grande amigo de infância com quem adora escutar música. Mas de modo geral, como confessou no vídeo abaixo – do canal How I Listen To Vinyl – ele prefere NÃO escutar música ao lado de gente cuja presença não vai acrescentar nada na audição.

“Isso parece muito estranho, mas sou uma pessoa estranha”, conta. “É algo como: ‘Vamos colocar um disco!’, e eu falo: ‘Não, não… Essa pessoa tá aqui’. Penso que se você for ouvir um disco com alguém, deve escolher essa pessoa com muito cuidado. Ter alguém para ser seu partner na hora de ouvir um disco é como ter um braço direito. Isso é raro. É alguém que fica quieto do seu lado ou tem uma conversa que acrescenta algo na audição”, completa ele, aproveitando para falar de suas lembranças das festas de audição de discos das quais participava em Washington, DC.

O papo com Rollins continua nos vídeos abaixo. Ele recomenda discos como Unknown pleasures, do Joy Division, Master of reality, do Black Sabbath e I’m stranded, dos punks australianos do The Saints.