O DJ cristão Michael Mills, durante vários anos de sua vida, teve um, er, Santo Graal. O cálice sagrado de Mills era nada menos que Stairway to heaven, clássico do Led Zeppelin lançado em 1971. Apresentador de programas de rádio cristãos, o comunicador aproveitou o décimo aniversário da canção para tocar vários trechos da música ao contrário e revelar a seus ouvintes onde estavam as mensagens secretas (de conteúdo satanista!) que apareciam na canção.

A noia de Mills não era, diga-se de passagem, apenas com o Led. O DJ gospel fez, na verdade, um programa inteiro, de 45 minutos, mostrando várias dessas backmaskings (mensagens secretas) famosas do rock: músicas do Kiss, Led Zeppelin, Beatles, Queen. Outra vítima preferencial, não apenas dele, mas de vários fanáticos religiosos, era Revolution 9, o clássico experimental dos Beatles, cuja audição poderia transformar a mais inocentes das criaturas num servo do mal. Aqui dá pra escutar alguns trechos da atração.

Vale lembrar que essa tendência, a de culpabilizar o rock (e a música pop, por extensão) pelas demonices do mundo, existe desde sempre, mas virou mania nos anos 1980. Você já leu até aqui mesmo no POP FANTASMA sobre aquela vez em que no senado do Arkansas surgiu uma espécie de “bancada da Bíblia” disposta a aprovar uma lei exigindo que todos os discos contendo backward masking (nome completo das tais mensagens ao contrário) ganhassem selinhos com avisos, colados pelas gravadoras.

Uma curiosidade é que, no caso da mania de Mills com o Led Zeppelin, um selinho independente chamado Harmony Music achou que valia a pena transformar as queixas do DJ em disco. Conheça o single Stairway to hell: Evils of Led Zeppelin exposed, lançado sei lá quando (o disquinho não traz data) e que tem apenas duas faixas: Satan is everywhere: Stairway to hell e Satan is everywhere: Hidden messages. A primeira é nada menos que Stairway to heaven inteirinha rodada ao contrário. A segunda são as interpretações que Mills fez do que ele ouviu da faixa.

Quando um DJ expôs as ~mensagens secretas~ de Stairway To Heaven

Mills abre a arenga fazendo questão de lembrar que Stairway to heaven é uma das canções mais populares de rock de todos os tempos. Mas avisa que os fãs devem ficar bastante ligados, já que se trata de uma música que diz que “as palavras têm dois sentidos” e que “o flautista convida você a se juntar a ele”. E que, na sequência, ouvindo a canção ao contrário, você ouve versos como “estivemos lá”, “porque eu vivo”, “sirva a mim”, “não há escapatória” e, claro, “Satã”.

Isso é só a primeira parte: depois ele ainda ouve no disco, ao contrário, a mesma descrição da Bíblia sobre o inferno, que o compara a um lugar fedorento e cheio de dentes (é a ilustração da capa do single).

Ficou curioso? Pega aí. Alguém lembrou de jogar isso na internet (o disco é creditado a um tal de Dell Jones, sei lá quem é).