Não se sinta inferiorizado se você nunca ouviu falar de Kathy Joe Daylor. A cantora alemã foi uma aposta do selo Jupiter Records no fim dos anos 1980 e gravou, naquela época, bem pouco: só um LP e mais uns singles. Breakaway, o primeiro LP inteiro, saiu em 1990 e estourou, localmente, músicas como With every beat of my heart.

É essa música aí embaixo, um popzinho que lembra Madonna no começo, e cuja introdução lembra não muito vagamente The final countdown, do Europe.

A estreia de Kathy em disco, no entanto, se deu com um single que trazia um convidado super especial. Ninguém menos que Christopher Lee, ator ligado ao universo dos filmes de terror e que, bem depois dessa aventura pop, encontraria terreno seguro nos lançamentos de heavy metal progressivo. Enfim, Lee participou de seu compacto Little witch, aposta da Jupiter para 1989.

Olha aí a versão de longa duração da faixa, num clima meio ~gótico~ que os singles posteriores de Kathy Joe Daylor não deixariam transparecer.

Ih, rapaz, Christopher Lee foi até divulgar a canção com Kathy na TV alemã. Olha aí o vampirão e a bruxinha (cujo visual lembrava uma Stevie Nicks mais new-wavizada).

Kathy continou cantando. Só que, um tempo depois, largou o pop e virou cantora de musicais. Hoje ela usa o nome Katharine Mehrling e o repertório dela é esse aí do vídeo abaixo. Por sinal, aqui tem uma entrevista recente com ela, na qual ela lembra o começo da carreira e a época em que surgiu no festival Eurovision. Aliás, nem o single com Christopher nem a época de musa adolescente surgem na conversa.

Veja também no POP FANTASMA:
Vincent Price num disco que ensina você a fazer pacto com o diabo
Poor devil: a sitcom satanista de Sammy Davis Jr.
Alan Whicker: um doc sobre porque é que todo mundo gosta de terror
A pata do macaco: terror no Rio e na Globo em 1983