Para muita gente, a formação que está no vídeo abaixo representa uma espécie de Beatles do kraut rock. É Michael Karoli (guitarra), Jaki Liebezeit (bateria), Irmin Schmidt (teclados), Damo Suzuki (vocal) e o recém-saído de cena Holger Czukay (baixo). Essa turma é o Can ao vivo na Alemanha em 1970, pouco antes do lançamento do terceiro disco, o duplo Tago mago (1971). Essa formação se estenderia por mais três discos, entre eles o fundamental Future days (1973). Damo Suzuki sairia do grupo, passaria um bom tempo afastado da música (chegou a ter um câncer gravíssimo, operado a tempo). A  partir dos anos 1980, voltou a se apresentar. De lá para cá, vem tocando o projeto Damo Suzuki’s Network. Nele, lida basicamente com música improvisada. Damo chegou a se apresentar no Brasil com esse grupo,

2017 tem sido um ano em que o Can vem sendo bastante lembrado. Em abril, no Barbican de Londres, integrantes da banda reuniram-se para um concerto comemorativo de 50 anos. Na ocasião, subiram ao palco acompanhados da London Symphony Orchestra e de convidados como Thurston Moore e Steve Shelley, do Sonic Youth. Em junho saiu a caixa Can – The singles, com os compactos da banda. Holger ficou de fora tanto do show quanto das ações para o lançamento da caixa – que revelou singles perdidos como Turtles have short legs. Jaki Liebezeit, o baterista do grupo na formação acima, morreu em janeiro.