Se você nunca ouviu falar do Bad Habits, eles eram essa banda aí que, aparece no vídeo abaixo, a partir de 3:25. Era um grupo formado por uma molecada que não parece ter mais do que quinze anos – o baterista, por acaso, parece ter uns 12 e o vocalista é sincero o suficiente para soltar algo que parece um “mandamos mal nessa” após tocarem sua música autoral Grandma’s disco. E eles são um dos grupos que aparecem nesse vídeo: uma reportagem da NBC sobre uma batalha de bandas na escola Pierre Van Cortlandt, em Croton-on-Hudson, Nova York, em 29 de maio de 1967.

Se os Bad Habits tivessem conseguido algo além de animar uma plateia de colegiais (com direito a crianças de dez anos dançando), já poderiam reivindicar o rótulo de grupo pré-punk. A noite (ou tarde, manhã, sei lá) de rock ainda incluiu outros grupos: The Hairy Things, The Tradewinds, Tim Smith e o The Active Ingredients.

O batera do Bad Habits parecia ter uns 12 anos

O Dangerous Minds localizou faz tempo um site – hoje fora do ar – que trazia uma entrevista com um dos integrantes do Active, Mike Turturro. O que se sabe, entre outras coisas: o grupo havia sido fundado em 1966, tirou seu nome de uma embalagem de Aspirina (um membro, com dor de cabeça, foi pegar um remédio, viu “ingredientes ativos” escrito na bula e assim ficou), ensaiava num porão toda quinta-feira e adorava tocar músicas dos Young Rascals.

Mais Bad Habits

Tem mais bandas e os músicos vão se misturando no palco – com direito a desafinações, guitarristas e baixistas que ainda não conseguem tocar sem olhar para os braços no instrumento etc. Boa parte das bandas, aliás, parece amar The Doors – tanto que Light my fire aparece no repertório de uma delas.

Permitido para menores (essa turma parece ter entre 10 e 14 anos)