Em 1940, a AT&T decidiu fazer um filme de vinte minutos mostrando para o grande público norte-americano como se usava a grande novidade da época: o telefone de disco. Funcionando quase como um tutorial, o filme mostrava uma família composta por pai, mãe, filha e um avô revoltadíssimo com essas invenções modernas – e que preferia mesmo ligar para a telefonista e pedir para que ela fizesse as chamadas.

A família vai a uma demonstração pública de como usar o telefone de disco. Funcionários da empresa, solícitos, estão lá para explicar (muito resumidamente) como a nova invenção irá afetar a economia do país e do estado, já que para as instalações dos fios e das centrais telefônicas, será preciso contratar mais funcionários, usar mais material etc. Depois, uma executiva da empresa usa um dial tamanho-família para mostrar detalhadamente e de maneira bastante prolixa (sim, ela repete várias vezes) como se disca números e o que acontece com eles quando chegam na central telefônica. Divirta-se.

Parte 1, legendas automáticas

Parte 2, legendas automáticas

As duas partes juntas, mas sem legenda.