A banda norte-americana Queens Of The Stone Age usou o Instagram para expressar seu desgosto com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após o político mandar banir imigrantes de sete países que ele acredita serem fontes do terrorismo no país. E classificou Trump como “shallow, inept, multi-bankrupt declaring, narcissistic, narrow minded, out of touch, objectifying, barf inducing, fascist, clown penis… who also happens to be re-stup-redicu-lame” (enfim, “inapto, falido, fascista, fútil, narcisista, pênis pequeno”, entre outros termos que, traduzidos, perdem a graça).

Outros artistas, como Grimes e Sia, também protestaram e estão incentivando pessoas a doarem fundos para campanhas contra o banimento. Rihanna chegou a afirmar que o presidente é “um porco imoral”.

Enquanto isso, o QOTSA parece que vem com novo disco em 2017. Troy Sanders, baixista do Mastodon, divide o projeto Gone Is Gone com Troy Van Leeuwan, guitarrista do Queens, e o baterista do At The Drive In, Tony Hajjar, e contou recentemente que as três bandas lançam novos discos em 2017. “Mas a primeira parte do ano será dedicada ao Gone Is Gone”, diz.