Se você ouviu o ACORDE neste sábado (10), presenciou um dos momentos mais plenos de orgulho da minha vida profissional: passei quase uma hora numa rádio FM no Rio (no caso, a velha de guerra Roquette-Pinto FM) tocando só The Damned, uma das melhores bandas de rock da segunda metade dos anos 1970. Eles fizeram o primeiro compacto do punk “New rose”, lançado em 1976. E tinham tudo para estar no mesmo patamar histórico dos Sex Pistols e do Clash: gravaram grandes discos, renderam excelentes histórias, tiveram grandes músicas. O clima bastante tumultuado dentro da banda – que teve muitas mudanças de formação e sempre brigou bastante – contribuiu muito para que isso NÃO acontecesse. O consolo para os fãs é que o Damned ainda está por aí, comemorando 40 anos de seu primeiro álbum, “Damned, Damned, Damned”. E relembramos alguns dos melhores momentos deles nesse episódio do programa. Se você perdeu, ouve aí e no volume máximo! (Ricardo Schott)

Confira aqui a discografia básica da banda e veja abaixo a lista de músicas do programa, que você escuta lá no fim do texto.

01 “New rose” (2:44) (do LP “Damned , damned, damned”, 1977)

02 “Machine gun etiquette” (1:48)
03 “I just can’t be happy today” (3:42)
04 “Plan 9, channel 7” (5:08)
05 “Smash it up, parts 1 & 2” (4:53)
(todas do LP “Machine gun etiquette”, 1979)

06 “Grimly fiendish” (3:50) (do LP “Phantasmagoria”, 1985)
07 “Alone again or” (3:38) (cover do Love, do LP “Anything”, 1986)

08 “Neat neat neat” (2:46) (do LP “Damned , damned, damned”, 1977)

09 “Wait for the blackout” (3:57)
10 “Dr Jekyll & Mr Hyde” (4:35)
11 “Hit or miss” (2:37)
12 “The history of the world, part 1” (3:45)
(todas do LP “Black album”, 1980)

13 “Rabid (Over you)” (3:44) (single, 1980)
14 “There ain’t no sanity clause” (2:29) (single, 1980)
15 “White rabbit” (3:00) (cover do Jefferson Airplane, single, 1980)
16 “Melody Lee” (2:07) (do LP “Machine gun etiquette”, 1979)