O POP FANTASMA relembra diariamente alguns discos que estão fazendo aniversário. Os textos serão escritos e postados com total desrespeito ao velho apetite  do jornalismo por datas redondas, clássicos indiscutíveis (opa, alguns dos que vamos colocar são clássicos sim) e efemérides de meter medo. Veja (e ouça também!) oito discos que sopram velinhas em 11 de fevereiro.

Em 11 de fevereiro de 1977 saía o primeiro de uma trilogia de discos do Jethro Tull dedicados a sons folk,”Songs from the wood”…

… no ano seguinte, Nina Hagen estreava com “Nina Hagen Band” (e se você até hoje acha que ela é só aquela doidinha que veio para o Rock In Rio, sugiro ouvir tudo dela)…

… em 1983, Marty Balin, cantor do Jefferson Airplane, lançava seu segundo disco solo, “Lucky”…

… e o melhor disco dos Smiths saía em 11 de fevereiro de 1985, ‘Meat is murder”…

… a turma do Cameo, elogiadíssima inclusive por Tim Maia em entrevistas, voltvaa em 1990 com “Real man wear black”…

… o quarto disco do Social Distortion, banda que faz uma mescla de punk e country, saía em 11 de fevereiro de 1992, “Somewhere between heaven and hell”…

…e o quarto disco do Pavement, grande nome do indie rock americano, saía em 11 de fevereiro de 1997, “Brighten the corners”…

… e no mesmo dia saía o segundo disco das garotas do Veruca Salt, “Eight arms to hold you”, com música em homenagem a David Bowie (“With David Bowie”) e a boa ‘Volcano girls”. Parabéns!