Em entrevista à “Psycho Babble TV” após tocar no festival Rock N Revolt (em Arlington Heights, Illinois, em janeiro), Lita Ford lembrou da época em que foi empresariada por ninguém menos que Sharon Osbourne, mulher de Ozzy Osbourne. O caso foi lembrado pelo portal “Blabbermouth.Net”

A cantora e guitarrista lançou sob supervisão dela o terceiro disco, “Lita” (1988), que tinha uma parceria com Ozzy, “Close my eyes forever”. Ozzy fez vocais na música e ao final da gravação, sequer sabia o nome de Lita. E a ligação com Sharon não foi para a frente, não apenas porque o cantor foi preso e levado para reabilitação, como por uma série de fofocas.

“Foi um tempo ruim para ele nas drogas. Sabemos que ele usava drogas, certo? Mas nessa época ele estava péssimo. Ele sufocou e deixou Sharon aparentemente morta”, diz, referindo-se à época em que o cantor, doidaralhaço, tentou matar a mulher, foi preso e depois solto e perdoado por ela (o crime ocupa algumas páginas da biografia “Eu sou Ozzy”).

“Ele o pôs na cadeia e depois ele teve que ir para o rehab. E como ela estava me empresariando, eu sabia que o que afetasse a carreira dele, afetaria a minha, e foi o que aconteceu”, conta, lembrando que “ainda havia um monte de coisa rolando que ela não tinha descoberto. Sharon deve ter achado que eu era uma daquelas garotas com quem Ozzy estava transando na época. E eu não era”.

Lita, que anuncia novo disco para 2017, confessou também ter sofrido lavagem cerebral do marido com quem esteve casada por 16 anos – Jim Gilette, ex-vocalista da banda de glam metal Nitro.

“É duro de explicar, mas meu ex-marido fez minha cabeça contra a música. Ele era problemático de tão ciumento, queria que eu fosse propriedade dele, é isso”, conta Lita, que lançou uma biografia em 2014, “Living like a Runaway: A memoir”. “Ele não queria nem que me chamassem de ‘Lita Ford’. Se alguém fizesse isso… Meu Deus. E claro que isso me deixou maluca. Tive estresse pós-traumático quando saí desse casamento, tive que reaprender um monte de coisas. Como eu poderia subir num palco e tocar guitarra do mesmo jeito?”.

Olha o papo aí, em vídeo.

No fim do casamento, por sinal, Lita e o marido quase toparam fazer um reality show nos moldes dos “Osbournes” para o canal TLC. Seria o “The Gillettes: An extreme american family”, que obviamente não foi para a frente porque o casal se separou. A cantora, aliás, está linkada a Ozzy Osbourne por outro fato. Nos anos 1980, foi noiva de Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath (banda de Ozzy). Tony chegou a produzir um disco para ela que nunca foi lançado.