Semana passada, saiu em alguns sites (publicamos aqui) o depoimentos de alguns fãs do Led Zeppelin reclamando que o Facebook estava banindo a capa do Houses of the holy, disco de 1973 do Led Zeppelin. As crianças nuas da capa do LP caíam na malha fina dos padrões da comunidade sobre nudez e imagens de teor sexual. Bom, segundo uma matéria publicada pelo site Ultimate Classic Rock, isso já acabou. O Facebook reverteu a proibição e prometeu também que os posts banidos serão restabelecidos.

“De acordo com nossos padrões comunitários, não permitimos imagens de crianças nuas no Facebook”, disse um porta-voz da empresa à UCR. “Mas sabemos que essa é uma imagem culturalmente significativa. Portanto, estamos restaurando as postagens que removemos”.

A capa é uma colagem de imagens dos irmãos Stefan e Samantha Gates, que em 1973 trabalhavam como modelos infantis. Em 2007, numa entrevista, eles disseram que não havia problema algum em relação à capa. “Estávamos nus em muitos dos ensaios que fizemos, nada disso foi pensado na época”, disse Samantha. “Você provavelmente não conseguiria fazer o mesmo tipo de trabalho hoje”.

(nota do POP FANTASMA: se você vê algo de sexy na capa desse disco, ou encara o layout do Houses of the holy com algum tipo de maldade, vá se tratar que você é doente)

Já que você chegou até aqui, pega aí uma entrevista com Stefan Gates dizendo que nunca tinha ouvido Houses of the holy, porque “eu achava essa imagem da capa tremendamente assustadora”.