Com saudades dos velhos discos de 78 rotações? Bom, vai ver você nunca nem viu um disco desses na vida nem tem idade para ter visto, mas lá vai: lá nos Estados Unidos, o Great 78 Project está caçando discos em 78 rotações perdidos por aí, com o intuito de digitalizá-los e preservá-los. O projeto é uma criação do Archive.org, da empresa de preservação de áudio e vídeo George Blood e do Arquivo da Música Contemporânea. Eles já têm 200 mil discos, vão digitalizando todos e colocando nas redes sociais e vão trabalhando aos poucos.

“Entre 1898 a 1950, cerca de 3 milhões de lados de discos (~ 3 minutos de gravação) foram feitos em 78 rpm. Embora as gravações comercialmente viáveis tenham sido restauradas ou remasterizadas em LP ou CD, ainda há valor de pesquisa nos discos, e na evidência de uso nos raros discos e gravações de 78rpm”, dizem eles num comunicado.

Olha só alguns deles aí, incluindo trilhas, discos de jazz, música clássica, etc.

Se você quiser dar aquela mão amiga pro projeto, pode ajudar a divulgar, doar discos ou até digitalizar sua coleção e mandar para eles. Eles afirmam que os discos doados serão preservados.

Via Laughing Squid