No dia 2 de março de 1988, a juventude brasileira ganhava voz (er) nas urnas, já que a Constituinte aprovou o voto facultativo para menores a partir de 16 anos. De autoria do deputado Hermes Zanetti (PMDB-RS), a emenda teve o apoio de 355 constituintes, recebeu 98 votos contrários e 38 abstenções. No ano seguinte, para incentivar os jovens a votar (numa época em que todo estudante pichava o A de “anarquia” nas carteiras escolares), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) lançaram a campanha “Se Liga 16”.

Aparentemente, a ideia deu certo, já que em 1990 o número de eleitores menores de 18 anos foi superior a 2,9 milhões. Esse número representava 2,07% do eleitorado nacional. Em 1992, mais de 3,2 milhões de eleitores (3,57% do total de eleitores) com menos de 18 anos foram às urnas. Não dominamos muito esse assunto, vale citar, e esse dados foram tirados do site da União Nacional dos Estudantes.

O que ninguém esperava era que o slogan “Se Liga 16”, que inclusive é usado pela UBES e pela UNE até hoje, aparecesse num lugar bastante inusitado em 1990. E marcasse uma união mais inusitada ainda.

Em 1990 Andréa Veiga era atriz, modelo e tinha sido a primeira Paquita do programa infantil da Xuxa – e também gravava discos como cantora teen. O letrista e poeta Ronaldo Bastos, por sua vez, estava prestes a começar a tramar o selo Dubas (que começou em 1994) e vinha de uma série de músicas compostas ao lado de artistas como Milton Nascimento – também havia tido um passado sério de luta contra a ditadura militar, lembrado no livro Os sonhos não envelhecem, de Marcio Borges. E Ronaldo foi o autor da letra de uma música chamada Se liga 16, que saiu num disco de Andréa lançado pelo selo Xuxa Discos.

A melodia foi composta por dois músicos que tocavam com Gilberto Gil (Jorjão Barreto e Celso Fonseca) e o arranjo poderia ter saído de uma demo do trio Stock, Aitken & Waterman – produtores e compositores de quase tudo que ocupava espaço no pop radiofônico britânico do fim dos anos 1980. Se você precisava ouvir um som inesperado no dia de hoje, e apreciar mais um encontro bastante aleatório, tá aí o que você queria.

Por sinal, Andréa canta bem: pega ela aí em 1993 na novela Salomé, da Globo.

Ah, sim: Se liga 16 estava na trilha de Um sonho de verão, filme da Xuxa Produções que virou meme faz pouco tempo, por causa das semelhanças que muita gente viu entre ele e o coreano Parasita, que ganhou o Oscar. No filme, de 1990, Sergio Mallandro faz um motorista que se infiltra numa mansão, leva a namorada, vários amigos e acaba hospedando uma turma de jovens que aparece por engano de ônibus.