Sim, Chester Bennington, vocalista do Linkin Park encontrado morto na quinta (20), era um bom cantor. Nos últimos dias não faltaram discussões de internet entre quem amava a voz dele e quem o considerava um cantor inferior a vários outros nomes do rock. Decida aí conferindo como a voz dele (e a de Mike Shinoda, nos raps) soava a capella, isolada de outros instrumentos.

Olha o hit Numb, uma das melhores músicas da banda, aí.

O hit In the end, a primeira música da banda que muita gente ouviu.

Crawling, um dos melhores refrãos do grupo (a voz de Chester começa lá pelos 25 segundos).

Breaking the habit, talvez a melhor música da banda.

Somewhere I belong, a partir dos 46 segundos, com o conhecido diálogo musica entre Shinoda e Chester.

A bela Shadow of the day.

E essa é One step closer, com Chester soltando a voz logo na abertura.


R.I.P. Chester Bennington