Teve aquela vez em que ninguém menos que Ozzy Osbourne debateu na televisão sobre como se virava com as groupies, como era o sexo com sua mulher Sharon e como eram as camisinhas coloridas que vendiam em seu país, a Inglaterra. Enfim, foi em 2 de maio de 1986, quando o roqueiro sentou-se para um papo com a sexóloga Ruth Westheimer – comentarista veterana de assuntos sexuais em programas de TV, vivíssima aos 91 anos – no programa da NBC Friday night videos.

Logo no começo da conversa, Ozzy inverte os papeis e pergunta para a dra. Ruth como é ser uma sexóloga e como é o papo sobre sexo em sua família. Não era bem um problemão: a dra. Ruth garantiu que quase não falava disso em casa, porque já passava o dia falando de sexo no trabalho.

“Mas o trabalho como terapeuta sexual é muito excitante, porque eu passo o dia tendo que visualizar o que as pessoas fazem em suas camas e isso não é de todo ruim”, brinca. “E eu posso ajudar as mulheres a atingirem o orgasmo sem fazer nada”. A doutora também lembra que certa vez sugeriu a um cliente que usasse apenas um chapéu e uma gravata na sua noite de núpcias, para impressionar a esposa. “E o cara me perguntou onde ele deveria usar o chapéu”, contou, para a alegria de Ozzy. Um tempo depois, a terapeuta chegou a declarar que jamais teria recebido Ozzy lá se soubesse que ele era famoso só por morder a cabeça de um morcego durante um show.

O enrosco de Ozzy com a Dra. Ruth começou em abril de 1986, quando a revista Spin juntou Ozzy e Dr. Ruth para uma conversa que trouxe até fotos dela sentada no colo do roqueiro.

Uma conversa franca com Ozzy Osbourne sobre sexo na TV

O papo dos dois pode ser lido na coleção da Spin que está no Google Books, e abre logo com a informação de que Ozzy sempre tinha sido um fã da médica, enquanto ela nunca havia ido a um concerto de rock. O ex-Black Sabbath estava numa de suas recorrentes fases caretas e garantia que a cocaína chegava até ele por causa das facilidades da vida de roqueiro. “Você tem todos os dealers a seu redor. É parte da fantasia, e você vive um certo padrão em sua vida por causa dessa fantasia”, relata.

O cantor, que teria comportamentos extremamente agressivos em relação à sua mulher Sharon em alguns momentos, dizia que a esposa havia mudado seu comportamento. Também tirou a camisa para mostrar todas as suas tatuagens para a sexóloga, que ficou meio desesperada com a situação.