Já pensou se em 1974 selassem um ônibus com a capa de Gita, de Raul Seixas, com um tape-deck instalado com as músicas do disco, para todo mundo ouvir? Ou se em 1975 fizessem o mesmo com Fruto proibido, da Rita Lee? Bom, no Brasil ninguém teve essa (excelente) ideia. Em compensação, em 1976 na Austrália uma empresa de ônibus selou um coletivo com a capa de Songs in the key of life, de Stevie Wonder e pôs nele (apelidado de “wonderbus”) um aparelho de som com as músicas do disco rolando. Olha só essa reportagem sobre isso feita para o Flashez, um programa musical que rolava na TV australiana entre 1976 e 1977.