Vencedor de sete prêmios Grammy, o cantor americano Al Jarreau saiu de cena neste domingo (12), justamente em um dia de premiação, pouco após ter anunciado que iria se aposentar dos palcos. Ele tinha sido internado recentemente em Los Angeles, e as notícias eram de que ele vinha se recuperando – o filho dele chegou a dizer que tinha visto o pai cantando o sucesso “Moonlight” para uma das enfermeiras. O músico tinha um reclacionamento afetivo com a música braisleira de longa data – chegou até mesmo a afirmar que a música feita aqui tinha mudado sua vida. E deu um show memorável no Rock In Rio de 1985 quando estava estourado nas paradas com hits como “Mornin'” (do disco “Jarreau”, de 1983, um dos primeiros que lançou após sua popularização no universo pop, fora do mundo do jazz). Olha aí algumas das aparições do vocalista no Brasil.

O grande hit “Mornin'” no Rock In Rio de 1985 (fazia um enorme sucesso no Brasil na época)…

… a mesma música, só que com ele e Marcos Valle e também no Rock In Rio, só que em 2015…

… e alguns anos antes, em 1997, no Heineken Concerts, com Djavan…

… a dupla também cantou “Flor de Lis”, do repertório do alagoano…

… Sergio Chapelin dando um balanço da “noite romântica” do Rock In Rio de 1985 no “Fantástico” (com Al Jarreau, James Taylor e outros)…

… gravado direto da plateia, o show de Al no Rio das Ostras Jazz & Blues Festival em 2014…

… só pra complementar: sim, ele também gravou “Mas que nada”, de Jorge Ben…

… e apoveite para matar as saudades do clipe de “Mornin'”, que passou bastante na televisão no Brasil (e era todo feito em desenho animado, o que já garantia sucesso com a criançada).


Foto: Wikimedia Commons