Conhecido por fazerem uma paródia que mistura o universo do Black Sabbath com o das comidas fast-food, o Mac Sabbath lançou em 2017 seu primeiro material gravado, Pair-a-buns – uma brincadeira com Paranoid. O grupo foi formado na Califórnia, existe desde 2014 e tem na formação os notáveis Ronald Osbourne (voz), Slayer MacCheeze (guitarra), Grimalice (baixo) e Catburgler (bateria). E têm em seu repertório peças como Frying man (em cima de Iron man), Sweet beef (zoação com Sweet leaf), Never say diet (brincadeirinha com Never say die) e Zipping up the uniform (um Symptom of the universe para os “funcionários do mês” da rede de fast food).

Olha Pair-a-buns aí.

Depois que virou viral, Mac Sabbath passou a excursionar por todo o mundo e ganhou até muitos elogios. No começo de 2018, vem aí uma turnê com a banda de nerd metal Galactic Empire. Olha aí o cartaz da turnê.

O grupo só sentiu necessidade de lançar material há pouco tempo e estava mais focado na gozação dos shows. Um detalhe engraçado sobre eles é que a banda adora formatos obsoletos. Pair-a-buns saiu em flexidisc (!), e veio como brinde de uma revista personalizada para colorir. Como se fosse um brinde clássico do próprio McDonalds, por sinal.

Mike Odd, empresário e representante do grupo em algumas entrevistas, afirmou que estava tendo dificuldades com o cantor Ronald justamente por causa disso. “Você tem a questão da tecnologia como algo com o qual tem que lidar, certo? E Ronald quer lançar um disco em fita de 8 pistas (risos). Fui conferir e sabe o que acontece? Ninguém mais produz nem fitas de 8 pistas, nem gravadores”, contou ao Consequence Of Sound.