O pesquisador de vinis e de cultura pop Cristiano Grimaldi fez um favorzão para todo mundo que curte fuçar revistas antigas de rock: digitalizou toda a sua coleção da primeira fase da “Rolling Stone” brasileira, publicada em 36 edições a partir de fevereiro de 1973. Tá no site www.pedrarolante.com.br. O material é de importância definitiva para compreender a cultura jovem dos anos 1970 no Brasil, e inclui entrevistas exclusivas, lançamentos de discos, colunas e até matérias investigativas. O anúncio foi feito pelo jornalista e escritor Bento Araújo no Facebook.

A primeira filial brasileira da “Rolling Stone” saiu por aqui sob o comando do jornalista e escrito Luis Carlos Maciel e foi publicada de forma quase pirata – depois de determinado momento, segundo Maciel, a turma no Brasil parou até de pagar royalties. “A partir daí, tínhamos que simplesmente roubar – o que não nos incomodava, pois éramos alternativos e acreditávamos na propriedade coletiva de tudo. Por idéia do Lapi [ilustrador e editor de arte] ou do Joel Macedo ou de ambos, a confissão ‘Pirata’ passou a aparecer abaixo do logotipo. A pirataria era um valor positivo na contracultura”, contou nesse papo aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA