O POP FANTASMA vai estar mais uma vez num festival que, digamos, tem tudo a ver com o nome do site. O Rock Horror Film Festival estreia na madrugada desta quinta (17) e, por causa da pandemia, vai ter sua primeira edição online, com filmes para serem assistidos nas plataformas do evento (saiba mais no site do festival). O festival vai até dia 27.

Eu (Ricardo Schott, editor deste site) estarei lá fazendo entrevistas com as bandas brasileiras que vão participar dos shows do evento, como jurado das sessões de documentários. São três: Medium, de Monica Demes, Nosferatu: The first vampire, de Wayne Keeley, com trilha do Type O’Negative, e Sleeze lake: vanlife at its lowest and best, de Andrew J. Morgan e Nicholas Nummerdor. Também vou falar um pouco sobre esse site na sexta (18) às 14h no webinar Pop Fantasma: Cultura pop outsider e bizarrices do mundo pop. E vou participar de uma mesa redonda, Porque o rock não pode morrer, no mesmo dia às 19h. Os preços, horários e informações estão no programa do evento.

Dessa vez, o evento rola online, e tem a novidade da sessão de documentários, que nunca tinha rolado anteriormente. A ideia, segundo a criadora Chrys Rochat, é que ele passe a ter sempre uma etapa na internet, mesmo que as coisas voltem ao normal e tudo possa voltar a ser presencial como era antigamente (cruzes!). Uma (er) vantagem do isolamento é que os diretores de todos os filmes estrangeiros vão estar presentes, virtualmente, no Rock Horror Flm Festival.

Nomes como o diretor americano Jonathan Martin (que faz nos dias 17 e 20 um workshop sobre como preparar seu filme para festivais) e o ator boliviano Fernando Arze se unem a uma lista de profissionais de vários países, que vão falar em webinars sobre cinema. Sem contar a lista de bandas que tocam (igualmente pela internet) no evento, que inclui nomes nacionais (como a carioca Balba e o guitarrista e produtor André Moraes) e internacionais (como a banda mexicana Los Idolos Del Momento). Hoje mesmo, às 21h45, rola um esquenta com a banda mexicana Senõr Bestia.

Os filmes serão divididos em mostras como Virada Aterrorizante (logo na madrugada do dia 17), Amanhecer Tenebroso (manhã do dia 18) e várias outras. Entre os destaques internacionais, tem Celebrity crush, filme dirigido, roteirizado e protagonizado por Oliver Robins, que marcou época interpretando o garotinho de Poltergeist, e que é uma das produções que ganha exibição logo no dia 17 à meia-noite. A mostra Anoitecer Sinistro, no mesmo dia às 18h, traz Possessões, filme de Tiago Santiago, com Marcelo Serrado, Fernanda Nobre, Antonio Pitanga e Ittala Nandi.