Na, digamos, significativa data de 25 de dezembro de 1985, o malucão King Diamond estreava solo, após passar quatro anos à frente do Mercyful Fate. Em meio as gravações do primeiro disco, Fatal portrait (1986), ele tinha decidido gravar uma canção de Natal. Que acabou se tornando No presents for Christmas. A letra faz piada com um Papai Noel que não consegue encontrar uma rena sequer para puxar seu trenó e insere personagens dos desenhos animados na história. E clama por uma festa satânica cheia de neve.

A música não entrou em Fatal portait – só anos depois, na versão CD – e foi composta por King e pelo guitarrista Michael Denner. “Por algum motivo Michael começou a tocar I saw Santa kissing mom e foi algo como… ‘Por que não fazemos uma canção de Natal?’. Era algo feito para ser uma piada”, contou ao site Vanyaland. “É uma música única, nem há muito horror nela. É só pregar uma peça e se divertir no Natal”.

Já isso aí é a o Venom, num de seus discos mais convencionais, Calm before the storm (1987), pintando o quadro de um Natal demoníaco em Black xmas. A letra fala de rios de sangue e neve negra. Ponha para tocar no próximo Natal por sua conta e risco.