A trilha de “Singles – Vida de solteiro”, filme de 1992 dirigido por Cameron Crowe, sai hoje numa super reedição turbinada de 25 anos, acrescentando um disco de outtakes, demos e faixas ao vivo.

E "Singles - Vida de solteiro", que inspirou "Friends"?
Quem viu na época certa, lembra: o filme falava de um grupo de jovens amigos que moravam no mesmo prédio e tinham vidas afetivas repletas de caminhos bizarros – mas o que interessava mesmo era que a história se passava em Seattle, o lugar mais bombado do universo do rock e da cultura pop no período, e a trilha sonora era só de bandas da região que estavam ou chegando no mercado, ou estavam acabando de assinar com grandes gravadoras, como Soundgarden, Alice In Chains (ambas aparecem no filme), Mudhoney e o Pearl Jam. Por sinal, o PJ, naquele tempo  (o filme foi feito em 1991) ainda se chamava Mookie Blaylock e tinha apenas recentemente admitido nos vocais um rapaz de San Diego, Eddie Vedder. Além disso, alguns nomes do rock local fazem cameos no filme. Olha o já saudoso Chris Cornell aí.

“Singles” tá longe de ser um dos maiores filmes de rock de todos os tempos, mas marcou época. A ponto de, naquela época, a Warner Bros Television ter se aproximado de Crowe e pedido a ele que transformasse o filme numa série de TV sobre um grupo de seis companheiros de quarto de vinte anos, que estavam em busca de um amor,. Crowe não se interessou pela proposta. Pois bem: em seguida a ABC decidiu fazer na marra uma série chamada “Singles”, com esse mesmo tema. Crowe entrou com processo, a emissora recuou e teria colocado na série o nome de…

Isso mesmo. Se você curtiu “Singles – Vida de solteiro” e as aventuras do pessoal – que volta e meia se encontrava num café – e achou que “Friends” tinha algo a ver com o filme de Crowe, pode apostar: Crowe também achou, e disse isso ao repórter Jim DeRogatis no jornal Chicago Sun-Times, em 3 de setembro de 2000. Foi Crowe quem deu essas informações ao jornal sobre o approach da Warner, e outros detalhes. “Quando o programa de TV estreou, vários detalhes pareciam familiares: tinha a galera tocando no pátio, o pessoal indo para um café, ouvindo um músico pateta cantar sobre um gato. Meu advogado viu comigo e descobrimos que eles tinham mudado apenas o suficiente para que o processo não corresse de maneira fácil”, disse Crowe na época.

E olha a trilha de “Singles” aí – contendo músicas também de Jimi Hendrix, Screaming Trees, Paul Westerberg…