Quando um astro do pop brasileiro é convidado para fazer a trilha de um especial infantil do maior canal de televisão de seu país, ele faz o quê? Bom, no caso de Guilherme Arantes, convidado em 1984 para fazer a trilha do especial Pirlimpimpim 2, ele decidiu chamar o poeta Paulo Leminski para dividir as parcerias – e saiu uma trilha bastante curiosa, jamais relançada (infelizmente) em CD. O sucesso de Lindo balão azul, que saiu no primeiro Pirlimpimpim (1983) em interpretação de Moraes Moreira, Bebel Gilberto, Baby do Brasil e Ricardo Graça Mello, acabou fazendo com que Guilherme fosse chamado para fazer as músicas da continuação – na qual imortalizou seu clássico Xixi na estrelas. Olha aí.

O Pirlimpimpim 1 era uma homenagem ao centenário de Monteiro Lobato e era uma espécie de spin-off do Sítio do Pica-Pau Amarelo, que a Globo ainda estava exibindo. Exibido no Dia das Crianças de 1984, o 2 era, digamos, uma criação muito livre em cima da obra do escritor, em que Guilherme fazia o papel de São Jorge e conviviam duas Cucas. A principal era a original, interpretada pela atriz Catarina Abdala (a mesma do Sítio, hoje a Dona Jô da série/filme Vai que cola). Mas o roteiro e a trilha sonora original previam a entrada na história de uma Cuca Rumbeira (!). Que era ninguém menos que… Gretchen. Infelizmente o YouTube só tem poucos segundos desse vídeo, que por sinal marca uma das raras aparições de Gretchen – cria de Silvio Santos – na Globo. Mas olha aí.

Muitos anos antes de virar meme conhecido em todo o mundo (e de aparecer no lyric video de Katy Perry), e igualmente muitos anos antes de Anitta surgir no cenário e montar o Show das Poderosinhas para crianças, a rainha do bumbum deixava os meninos malucos (foi isso o que aconteceu, ora bolas) num dos especiais infantis mais psicodélicos dos anos 1980. A música que foi para a voz de Gretchen foi Milongueira da Sierra Pelada, numa época em que a bola da vez era o garimpo do Norte do Brasil (quem dava shows memoráveis por lá era ninguém menos que Rita Cadillac, aliás – por sinal, você deve ter visto as duas juntas ontem no anúncio da série Glow, da Netflix).

“Poxa, mas não tem onde escutar essa música inteira?”. Tem sim, pega aí. De nada.