Não é por nada não, mas um disco que está ameaçando ser um dos melhores do ano é o novo do War On Drugs. A banda liderada pelo músico norte-americano Adam Granduciel acaba de lançar o quarto disco, A deeper understanding (saiu em 25 de agosto pela Atlantic) e está sendo bastante elogiada. O disco tem duração bastante extensa: são dez faixas em mais de 60 minutos, com canções bem longas – Thinking of a place tem onze minutos e mesmo assim foi o primeiro single do disco.

E acima você confere o grupo se apresentando nos estúdios da rádio KEXP, de Seattle. No comecinho de agosto, o War On Drugs apareceu por lá e tocou quatro músicas do álbum, Pain, Holding on, Strangest thing e You don’t have to go. Rola também um papo com a banda sobre a dificuldade de defini-la. O locutor Troy Nelson diz que vê definições do som do grupo que o aproximam da new wave, da psicodelia, do rock clássico, do shoegaze… Adam brinca mostrando as camisetas de dois integrantes da banda (um põe no peito o nome do Soundgarden, o outro veste a t-shirt de um artista de polca, o bandleader Jimmy Sturr). Adam e Troy também conversam sobre como foi ter Shawn Everett cuidando da técnica de gravação do álbum.