Lembra daquele atendente do estacionamento do filme Curtindo a vida adoidado? O que rouba a Ferrari do pai do Cameron (amigo de Ferris Bueller), e que aparece por poucos segundos no filme? Bom, o nome daquele ator é Richard Edson.

Richard também fez papeis pequenos em clássicos dos anos 1980 como Platoon, Faça a coisa certa, Howard The Duck e Procurando Susan desesperadamente. Em 2001 apareceu nas telonas como o protagonista de I am Josh Polonski’s brother, dirigido por Raphael Nadjari e filmado entre 1999 e 2000. Como se tratava de basicamente um filme sobre nostalgia, ele foi todo feito em Super-8 (!).

Olha ele aí fazendo o papel principal no clipe de Anchor, da banda americana Cave In, em 2003.

Se muita gente que viu boa parte dos filmes clássicos dos anos 1980 mal sabia quem era Richard Edson, vai aí mais uma informação aleatória: ele era baterista da primeira formação do Sonic Youth. Gravou o primeiro disco da banda, lançado em 1982. Olha o disco aí.

Sonic Youth, o disco, tem menos de 30 minutos e cinco faixas, o que provoca confusões entre fãs e ex-integrantes até hoje. A banda o considera como seu primeiro álbum, mas a ex-vocalista e guitarrista Kim Gordon escreveu no livro A garota da banda que trata-se apenas de um EP. O material do álbum soava como um rascunho dos outros discos e trazia um som bem mais ligado ao pós-punk (bom, o Pitchfork compara o álbum com os discos de bandas como Liquid Liquid, o que é verdade).

Isso aí é o Konk, banda na qual Edson tocou bateria entre 1981 e 1985. O som era uma mescla de pós-punk e afrobeat. Richard também tocou bateria e trompete (acreditamos que não os dois ao mesmo tempo) numa banda de San Francisco chamada The Alterboys, lá por 1979. Também tocava trompete com Lydia Lunch (!) até que foi convidado pelo diretor Jim Jarmusch para atuar no filme Estranhos no paraíso, em 1984. Aqui, tem uma entrevista recente (em inglês) em que Richard Edson fala sobre toda a sua carreira como ator e músico.

Olha aí o Sonic Youth esbanjando carisma, extroversão e alto astral numa entrevista pra TV em 1983. Edson já havia deixado a banda havia um ano, o grupo era um trio, estava voltando de sua primeira turnê e preparava-se para “gravar seu segundo álbum” (Confusion is sex, de 1983, que hoje é considerado oficialmente o primeiro). Para substituir Edson, a banda recrutou Bob Bert, depois Jim Sclavunos, depois Bob Bert de novo. Finalmente, Steve Shelley ficou nas baquetas de 1985 até o fim.

Aliás, nesse vídeo aí um youtuber mostra várias cenas de papéis de Richard no cinema. Pega aí.

Via André Mansur