De punk para funk, varia apenas uma letra. Mas o estilo musical popularizado por Sex Pistols e The Clash tem outra coisa em comum com os batidões cariocas (e aqui não estamos fazendo referência nenhuma a James Brown e outros): já foi vítima de uma turma meio moralista e sofreu perseguição policial. Bem menos que no caso do funk, é verdade, mas aconteceu algumas vezes. Uma delas rolou em 1983, em Los Angeles, quando a polícia local baixou o cacete no público, numa apresentação hiperlotada que reunia grupos como The Exploted, Youth Brigade, Channel 3 e The Vandals, além de um iniciante Suicidal Tendencies. Esse show foi realizado no Mendiola’s Ballroom, biboca punk californiana que abrira portas em 11 de janeiro daquele ano com um show do Hüsker Dü.

Um jornal de TV da Califórnia explica o punk rock para a turma mais velha

O fato virou uma série de reportagens levadas ao ar pela KTTV, afiliada da Los Angeles Fox, que tentava mostrar a que vinha aquela nova geração do punk – a turma do hardcore, bastante politizada, e que tinha uma sonoridade bem mais abrasiva que a galera que vinha antes. E que tinha, não custa lembrar, raízes na imigração latina para os subúrbios de Los Angeles. Tanto que uma das questões comentadas pelos apresentadores, com certo grau de sensacionalismo e boa dose de preconceito, era a origem da pancadaria: se a polícia havia extrapolado, se os punks tinham provocado ou se a culpa sobrava para “as gangues hispânicas” da região. Um figurão da polícia explica que o local estava cheio além da medida. Músicos reclamam que os policiais entraram batendo em todo o mundo e que eles mesmos sofreram violência.

A série inteira levada ao ar pela KTTV tá aí embaixo, com algumas explicações históricas sobre movimento punk, toques comportamentais na base do “onde vivem, o que fazem, do que se alimentam” os músicos e seguidores do movimento, e uma certa pitada de aconselhamento para pais preocupados com os descaminhos dos filhos.

Confira também:
Imagens raras do punk paulista em documentário de 1983
London Weekend Show: o punk em 1976.
No Canadá em 1977: “Isso aí é a dança punk?”
Imagens históricas do movimento punk em Fortaleza nos anos 1980

Mais punk no POP FANTASMA aqui.