Em 1993, o apresentador e jornalista de ciências Bill Nye, conhecido como “Science Guy”, decidiu apresentar em seu programa um episódio sobre “som”, com técnicas de gravação e mixagem. E quem a produção decidiu visitar para mostrar como se gravava um disco? O Soundgarden, que andava trancafiado no estúdio Bad Animals, de Seattle, fazendo o disco Superunknown.

O grupo (desfalcado do vocalista Chris Cornell) e o produtor Adam Kasper davam uns tratos em Kickstand, parceria de Chris e Kim Thayil (guitarra) que seria um dos singles do disco. Kasper mostrava o que era uma mesa de som de 48 canais. “Você pode colocar um instrumento em casa canal, isolar instrumentos individuais na fita…”, demonstra Kasper, deixando soar apenas a bateria e mostrando como obtinha mais ganho sonoro nos tambores. Depois, no fim, todos gravam as palmas da música, timidamente (sim, tinha o som de bater de palmas na música, se você nunca ouviu).

Nye, que além de professor, cientista e professor universitário, adora dançar e participou até de uma temporada do Dancing with the stars, deve ter adorado. Olha o cara riscando o salão aí, ao som de Weird science, do Oingo Boingo, tema do filme Mulher nota 1000.

Kim Thayil e Ben Shepherd (baixo do Soundgarden) falaram depois sobre como foi receber a equipe de Bill por lá. Declarações tiradas do link do YouTube do vídeo.

Bill Nye estava montando um episódio cujo tema era “som”, e eles perguntaram se podiam espreitar as maquinações de um estúdio de gravação. Eles conseguiram fazer imagens da banda e de Adam Kasper na mesa de mixagem (Kim Thayil)

Então, Bill Nye, o Science Guy entrou e tocamos Kickstand para eles. Eu acho que era logo antes de começarmos a mixar. A gravação foi feita e fizemos um segmento inteiro. (Ben Shepherd)

Sempre curtimos programas educativos para crianças. Até falamos toda hora que se pedissem para irmos à Vila Sésamo, iríamos. Não é brincadeira! (Kim Thayil)