Ele era punk. Nick Cave, à frente do Boys Next Door – banda anterior à sua Birthday Party, que por sua vez é anterior aos Bad Seeds – era um frontman bem mais sanguíneo e agitado do que se pode imaginar. Olha aí a banda, há 40 anos, se apresentando numa universidade e tocando uma de suas músicas, Masturbation generation.

Nem todo mundo ficou muito satisfeito com a performance do grupo. Olha só o que essa fã de Nick afirmou sobre a canção. “Parece uma paródia do punk. Não posso acreditar que Nick tenha algo a ver com isso”, escreveu. O som, de fato, lembra uma mescla bizarra de The Cure (por causa dos vocais angustiados de Cave) e, sei lá, Cockney Rejects (!). Se é que isso é possível.

Não é a música mais conhecida deles. Shivers, a de baixo, é o hit. Foi escrita pelo guitarrista Roland S. Howard, e foi banida de várias rádios da Austrália – terra natal de Nick e do grupo – por fazer referência ao suicídio. Além de Nick e Howard, a banda tinha Tracy Pew (baixo), Mick Harvey (guitarra e piano) e Phill Calvert (bateria). De fato, Boys Next Door era uma banda bem inferior a grupos que os influenciaram, como o australiano Radio Birdman.

O único disco do grupo é esse aí embaixo, Door, door (1979), gravado em parte em 1978, em parte no ano seguinte. Estas últimas sessões de gravação rolaram já depois da entrada de Howard na guitarra. Em 1980, essa turma se mudaria da Austrália para Londres e o nome da banda mudaria para The Birthday Party.

E como você sabe, o cantor australiano tá vindo aí. E está trabalhando num novo disco com os Bad Seeds.