Levado ao ar entre 1952 e 1976 pela CBS nos Estados Unidos, o game show “I’ve got a secret” fez sucesso com uma premissa bem simples: dois participantes têm um segredo, que tem que ser adivinhado pelos competidores. Ocasionalmente, a atração tinha participacões de famosos-ou-quase, como o ex-baterista dos Beatles, Pete Best (o segredo, claro, era “fui um dos Beatles”) e um senhor de 95 anos chamado Samuel J. Seymour que era a única testemunha viva do assassinato do presidente americano Abraham Lincoln. Até Philo T. Farnsworth, o inventor da televisão, passou por lá (e fez sua primeira aparição no veículo que inventou, no programa).

Em 1963, olha só quem esteve no programa: um moleque de 21 anos chamado John Cale, que era pianista de vanguarda e tinha recentemente participado de um recital de 18 horas e 40 minutos de “Vexations”, peça de Erik Satie (e, não precisa nem falar, Cale seria integrante do Velvet Underground dois anos depois disso).

O segredo de Cale era a participação no tal concerto. Ao lado dele, quem aparecia era o ator Karl Schenzer, cujo segredo era… ter sido o único a permanecer na plateia durante todo o concerto. No fim do vídeo, Cale aparece tocando um trecho da peça de Satie.