Morto em 25 de setembro de 1980, o baterista do Led Zeppelin, John Bonham, deu uma de suas últimas entrevistas quando resolveu fazer uma aparição no programa Allright now, levado ao ar pela estação britânica ITV entre 1979 e 1980.

Bom, “deu” entrevista é maneira de falar, já que o batera do Led Zeppelin (bastante simpático na ocasião, diga-se) resolveu responder todas as perguntas do cantor-ator Billy Connoly – que era um dos apresentadores do programa – de forma bastante monossilábica. Billy começou o vídeo mostrando as cenas de Bonham no filme The song remains the same, em que ele toca bateria feito um animal, passeia com a mulher, brinca com o filho Jason (um minibaterista, à época). Depois senta-se com Bonham, que ouve a pergunta: “Você se considera o melhor baterista do mundo?” “De jeito nenhum”, responde.

“Demorou anos para você aprender a tocar daquele jeito?”. “Não, de verdade”.

“Você no filme dirige carros, motos, joga sinuca… Demorou muito pra você aprender a fazer isso daquele jeito?”. “Poucos meses!”, responde, rindo.

John Bonham era de poucas palavras, tinha lá suas crises de humor durante as quais era bom não ficar perto (certa vez atacou uma divulgadora da gravadora Atlantic, por antipatizar com a maneira como foi olhado por ela – o caso está no livro Led Zeppelin: Quando os gigantes caminhavam sobre a Terra, de Mick Wall) mas foi gente boa na entrevista. Há testemunhas. Olha esse comentário do vídeo no YouTube aí.

John Bonham e uma entrevista de três ou quatro frases

“Eu estava lá. John Bonham apareceu num carro hot rod que ele mesmo contruiu. Ele foi super legal com os fãs. Falei com ele sobre Led Zeppelin e o festival de Knebworth, que tinha sido um ano antes. Rory Gallagher e Dr Feelgood, com Wilco Johnson, tocaram depois. Grande noite. Acho que ele e Connoly acharam engraçado, porque ele nunca dava entrevistas e continuou sem dar. Depois ele passou um tempo falando com alguns de nós e se mandou no seu carro”.