Parece maluquice mas é uma questão interessante, e que já fez muito fã dos Beatles ficar sem dormir de noite: quem é que canta afinal aquele trechinho de She loves you que aparece no finalzinho de All you need is love, single da banda lançado pouco depois de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, em junho de 1967?

Bom, até pelo que dá pra ver no filme original, aparentemente é John Lennon que solta a voz. Mas o canal You Can’t Unheard This decidiu que a questão não é de tão fácil solução assim e recorre a gravações, filmes e informações antigas sobre a banda para tentar ver que ser humano resolveu lembrar um dos primeiros hits dos Beatles naquele momento.

MAS QUAL É A DESSA MÚSICA AÍ?

All you need is love parecia uma canção até meio boboca em se tratando de uma banda que recentemente havia lançado Sgt. Pepper’s e que, dentro em pouco, estaria lançado o White album. Nem tanto: os Beatles queriam, com aquela música, ser entendidos por todo mundo, até por crianças.

Na real, precisavam ser compreendidos, porque um contrato obrigava a isso: a canção era a contribuição britânica para um especial de TV chamado Our world, primeiro a ser transmitido via satélite. John Lennon, autor da faixa (creditada a ele e a Paul McCartney), se comprometeu a usar palavras simples, que poderiam ser compreendidas até por pessoas que tivessem pouco domínio do inglês.

A transmissão foi feita direto do estúdio da EMI, no dia 25 de junho de 1967, no mesmo clima de festa da gravação de A day in the life, do Sgt. Pepper’s, com vários convidados: vendo o vídeo você consegue enxergar Mick Jagger, Marianne Faithfull, Keith Moon e Eric Clapton, entre outros.

Apesar de tudo ter rolado ao vivo, os Beatles ainda resolveram gravar uma faixa básica de estúdio para evitar dores de cabeça na hora. Por causa disso, rolou chiadeira entre os produtores do Our world, reclamando que o número tinha que ser in natura, ou não valia. Prevaleceu o bom senso, já que fazer uma transmissão ao vivo não era das tarefas mais fáceis em 1967, e os Beatles foram com a música gravada.

POR QUE NÃO?

O fato de os Beatles terem resolvido encartar She loves you no fim de All you need is love parece uma bobagem. Mas tem uma turma, que estuda bastante os fenômenos pop dos anos 1960, enxergando nisso um lance cheio de significado. O historiador musical americano Kenneth Womack acredita que isso equivale a mostrar o quanto a banda se distanciou de seu passado – da mesma forma que os bonecos de cera dos Beatles, com todos eless com visual antigo, haviam ido parar na capa do Sgt Pepper’s.

A ideia do grupo não passou despercebida nem mesmo no Brasil. Afinal, Ronnie Von inseriu citações de vários hits antigos seus (como as marchinhas A praça e Belinha) no final de Silvia 20 horas domingo. E de certa forma, tinha esse reflexo passado-futuro em Eu sou egoísta, de Raul Seixas, que encerrava com o “por que não?”, de Alegria alegria, de Caetano Veloso. Ou não?

Mais Beatles no POP FANTASMA aqui.

Tem conteúdo extra desta e de outras matérias do POP FANTASMA em nosso Instagram.