Em 1969, o Velvet Underground tinha três discos mal sucedidos. A tentativa de “modernização “que a gravadora de jazz Verve tinha feito, ao contratar Frank Zappa, Velvet e Eric Burdon & The Animals, rendera pouco. No terceiro disco, Velvet Underground (março de 1969), a MGM – que controlava a Verve e pegara a banda para cuidar mais de perto – até resolvera aumentar a divulgação, aproveitando o fato do grupo liderado por Lou Reed surgir com o seu material mais acessível desde 1967.

Para que músicas como Candy says (cantada pelo novo integrante, Doug Yule, substituto de John Cale), What goes on e Pale blue eyes chegassem a um público maior, a MGM mandou fazer até um anúncio de rádio (é o daí de cima) e aumentou o número de propagandas em revistas. Não deu muito certo – até pela distribuição precária da gravadora – e o Velvet acabou mandado embora da MGM. Uma decisão que teve mais a ver com o fato da banda vender bem pouco, do que com aquela velha história, sempre repetida, de que a gravadora fez uma caça às bruxas e chutou as bundas de todos os grupos que faziam referências a drogas em suas letras.

O Velvet só voltou a lançar disco em 1970, com Loaded, pela Atlantic. Mas pairavam nos arquivos da MGM as histórias sobre um quarto disco da banda pela gravadora, que tinha sido engavetado na demissão. De fato, o Velvet deixou 14 músicas gravadas por lá, que formavam o que se chama até hoje de “álbum perdido” do grupo. O material tinha canções que depois reapareceriam na carreira solo de Lou Reed. Stephanie says virou Caroline says, em Berlin, de 1973, e Andy’s chest foi para o anterior Transformer, de 1972. E She’s my best friend viraria uma das músicas mais notáveis de Coney island baby, de 1976. Rock and roll, também gravada naquelas sessões, vazou pro Loaded.

Finalmente vão lançar "Velvet Underground: 1969"

Na década de 1980, a PolyGram, ao relançar o catálogo inicial da banda, localizou essas músicas em seu acervo, completou com out-takes da época em que John Cale ainda estava na banda, e lançou em dois álbuns: V.U., de 1985, e Another view, de 1986. O encarte de V.U. trazia uma rara foto dos Velvet sorrindo – olha aí em cima – e aumentava a mística em torno de um disco “perdido” do grupo, a partir de um texto do mitológico Kurt Loder. Os dois discos podem ser encontrados no Spotify, bem como um disco ao vivo da banda gravado no mesmo ano, mas só lançado em 1974.

Na real, não havia muita concordância nem mesmo entre os próprios integrantes sobre se aquelas sessões de 1969 representavam mesmo um disco, ou se eram várias músicas separadas. Maureen Tucker, baterista, declarou que “não sabia se aquilo era mesmo um disco ou se estávamos querendo sair da gravadora”. Lou Reed disse a amigos como o guitarrista Robert Quine que a banda estava, sim, fazendo um quarto LP pela MGM. Mas esse material, assim como o próprio Velvet, virou lenda por vários anos até ser publicado.

Finalmente vão lançar "Velvet Underground: 1969"

A novidade é que os 50 anos do primeiro disco do Velvet, comemorados em 2017, vão render um lançamento em fevereiro de 2018. A caixa de 7 LPs The Velvet Underground (Verve/Universal) vai reunir The Velvet Underground & Nico (1967), White light/White heat (1968), Velvet Underground (1969), a estreia de Nico Chelsea girl (1969) e Loaded (1970). E o disco duplo The Velvet Underground: 1969, com todo o material “perdido” publicado em V.U. e Another view reunido pela primeira vez num set só. As músicas da era Cale aparecem no lado D, como bônus. Uma ótima (e caríssimaaa) maneira de redescobrir o material do Velvet. E entender como uma banda que vendeu pouco e foi bastante negligenciada, teve tanta influência em todo o rock que viria depois.

Aliás, olha aí a relação das músicas de 1969. E uma imagem da caixa.

Finalmente vão lançar "Velvet Underground: 1969"

1969 (recorded May – October 1969)

Lado A:
1 Foggy notion (original 1969 mix)
2 One of the days (2014 mix)
3 Lisa says (2014 mix)
4 I’m sticking with you (original 1969 mix)
5 Andy’s chest (original 1969 mix)

Lado B:
1 I can’t stand it (2014 mix)
2 She’s my best friend (original 1969 mix)
3 We’re gonna have a real good time together (2014 mix)
4 I’m gonna move right in (original 1969 mix)
5 Ferryboat Bill (original 1969 mix)

Lado C:
1 Coney Island Steeplechase (2014 mix)
2 Ocean (original 1969 mix)
3 Rock and roll (original 1969 mix)
4 Ride into the sun (2014 mix)

Lado D:
1 Hey Mr. Rain (I)
2 Guess I’m falling in love (instrumental version)
3 Temptation inside your heart (original mix)
4 Stephanie says (original mix)
5 Hey Mr Rain (II)
6 Beginning to see the light (early version)