A entrevista do ex-baterista do Slayer Dave Lombardo ao canal do YouTube Hangin and Bangin corria bem, até que o apresentador teve a ideia de perguntar a ele quantas baterias ele possui. Tristeza geral: Lombardo revelou que várias peças clássicas de bateria que ele teve durante seu período longo na cozinha da banda foram roubadas.

“Infelizmente não tenho muitas peças. Duas unidades de armazenamento, em dois momentos diferentes em períodos da minha vida, foram arrombadas. Então, eu acho, provavelmente cinco ou seis kits de bateria da primeira unidade de armazenamento foram roubados. Foi limpo – tudo, malas rodoviárias”, contou.

>>> Veja também no POP FANTASMA: Fizeram um mashup de Slayer com… Vanessa Paradis

Ele continuou, “e a sala de ensaio do Slayer em que estávamos em Riverside foi invadida. Tudo foi roubado, todas as minhas baterias clássicas. Então, estou aos poucos construindo tudo de novo e tentando juntar alguns dos meus antigos kits clássicos, a partir de kits que vejo online que são semelhantes”, contou.

Dave Lombardo está recriando alguns dos kits clássicos que usou com o Slayer, banda à qual pertenceu até 2013 e da qual saiu em meio a uma disputa contratual com os outros integrantes. Ultimamente tem feito coisa pra caramba: gravou com Mr. Bungle, Dead Cross, está na formação atual dos Misfits e também toca com o Suicidal Tendencies. E o papo dele com o canal tá aí na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA