Descendente do conde Ferdinand Von Zeppelin, Eva Von Zeppelin não queria de jeito nenhum ver as fuças cabeludas do Led Zeppelin na Dinamarca durante os anos 1970. Ela estava convencidíssima de que a banda maculava o sobrenome da sua família, e os dirigíveis que haviam sido fabricados pelo seu pai.

A raiva dela já havia surgido em 1969, quando a banda apareceu num programa de TV local e fez um show na Dinamarca. Agora, com o Led lançando Led Zeppelin III, dando uma baixada no tom para fazer sons mais acústicos, e organizando uma turnê pela Europa, era a vez de impedir novamente a banda de ir ao país. Irritada com a barulheira daqueles quatro, Frau Von Zeppelin costumava dizer que o Led eram “quatro macacos gritando” e coisas do tipo.

O clima estava tão ruim, que o Led decidiu dar uma de bons garotos e convidou a madame para tomar um chá com eles e conhecê-los. Estava tudo bem, uma estação de TV filmou o encontro e dona Von Zeppelin estava quase sendo convencida pelo carisma dos quatro quando… ela bateu o olho na capa do primeiro disco da banda, com a foto do desastre da aeronave de Hindenburg, em 1937, que matou 36 pessoas e encerrou a era do zeppelin na aviação. “Ela explodiu, eu precisei correr e me esconder”, lembrou Jimmy Page.

Bom, e isso aconteceu a poucos momentos do dia 28 de fevereiro de 1970, quando o Led Zeppelin se apresentaria em Copenhague, e estava ameaçado de não subir no palco ou ganhar um processinho. Fazer o que? A banda decidiu que daquela vez não usaria o nome Led Zeppelin, e sim The Nobs. Foi usando esse nome que a banda tocou na Dinamarca naquele ano. Se você queria saber porque é que tem tanta banda cover deles com o nome The Nobs, agora já sabe.

Quando o Led Zeppelin trocou de nome por um dia