Spinners, você já devem saber, viraram mania entre crianças e adolescentes – já existem spinners até de bandas de rock. Há modelos que têm luzes de led e até bluetooth. E são justamente estes últimos que estão dando certa preocupação a alguns pais lá fora. Dois pais andaram espalhando pelas redes sociais que os spinners de seus filhos, que têm bluetooth e caixinhas acústicas (e são usados para reproduzir música do celular), simplesmente EXPLODIRAM. Quem deu a história foi o Viral Thread.

Kimberley Allums, mãe de dois filhos, do Alabama, disse à estação WBRC que estava em casa e escutou alguém gritando “fogo!”. Foi ver o que era e pegou o spinner “em chamas”. O filho dela agiu rápido, pegou o spinner e tacou na pia. Mas ela diz que poderia ter sido bem pior, já que a família estava para sair de casa em cinco ou dez minutos.

“Quero que as pessoas estejam cientes disso. Muita gente se comunicam comigo dizendo ‘meu filho também tem esse spinner’. Tudo precisa ser cobrado, precisamos ver como esses spinners têm sido fabricados”, diz Kimberley.


Michelle Carr, do Michigan, também diz que viu um spinner com bluetooth ficar envolto em chamas após ser deixado ligado por meia hora. Diz que não irá comprar outro por “ter medo”. Mas recomenda a todos os pais que “vigiem” quando o spinner estiver ligado. E que tenham certeza de que nada de errado está acontecendo.

Ambos os pais estão tentando entrar em contato com as empresas que fabricaram os spinners, sem sucesso.