O POP FANTASMA relembra diariamente alguns discos que estão fazendo aniversário. Os textos serão escritos e postados com total desrespeito ao velho apetite do jornalismo por datas redondas, clássicos indiscutíveis (opa, alguns dos que vamos colocar são clássicos sim) e efemérides de meter medo. Veja (e ouça também!) discos que sopram velinhas no dia 2 de março.

Faz silêncio aí: um dos maiores clássicos do rock (opinião nossa) faz aniversário em 2 de março, e é “A wizard, a true star”, disco de Todd Rundgren lançado em 1973, um ano depois da obra-prima “Something/anything”.

… no mesmo dia, os Doobie Brothers lançavam seu terceiro disco, “The captain and me”, com o grande hit “Long train running”…

… há exatos trinta anos, Siouxsie And The Banshees davam um tempo no material autoral e lançavam um (excelente) disco de covers, “Through the looking glass”, que relia músicas dos Sparks (“This town ain’t big enough for the both of us”), Iggy Pop (“The passenger”), Doors (“You’re lost little girl”) e outros…

… e também há trinta anos, o Oingo Boingo marcava toda uma geração com o sexto disco, “Boi-ngo” (de hits como “We close our eyes”)…

…em 2 de março de 1999 foi a vez do grupo norueguês de black metal Dimmu Borgir lançar seu quarto disco, “Spiritual black dimensions”…

… alguns anos antes do hit solo “Fuck you”, Cee-Lo Green lançava em 2 de março de 2004 seu segundo (e bastante elogiado) disco, “Cee-Lo Green… is the soul machine”, contando com a ajuda de um enorme time de produtores (Pharrell Williams, Locsmif, The Neptunes, etc)…

… e em 2 de março de 2008, o Nine Inch Nails aterrorizava geral com seu sexto disco, “Ghosts I-IV”, que trazia quatro EPs com todas as músicas chamadas “Ghosts” (variando apenas pelo acréscimo do número da faixa e do disco)…

… e dois anos depois, o quinto disco da banda indie Portugal. The Man chegava às lojas, “American ghetto”. Parabéns aos discos e aos fãs!