A banda punk belga The Kids poderia ter sido o maior concorrente dos Sex Pistols. Foi lançada até pela Philips, gravadora parente da Virgin, que tinha lançado os Pistols. Não rolou, infelizmente.

The Kids: punk belga que poderia ter rivalizado com Sex Pistols

O grupo tem lá suas vantagens numéricas: gravou seis álbuns entre 1978 e 1985 – só em 1978, foram dois álbuns seguidos, The Kids e Naughty kids. Teve um retorno em 2004 e estão aí até hoje. O site da banda indica que a agenda do The Kids, que circula por aí tendo apenas o líder Ludo Mariman (guitarra e voz) como integrante da formação original, prossegue com shows até 28 de setembro, quando tocam na Espanha. Nada mal para uma banda cujos integrantes não sabiam – de acordo com o próprio Mariman nesse papo aqui – tocar rigorosamente nada.

The Kids na época dos primeiros discos eram “garotos” mesmo. O baixista Danny De Haes tinha 12 anos quando a banda foi fundada (por ele, seu irmão Eddy na bateria, e Mariman). O grupo nem sequer conseguia tocar em algumas casas de shows por conta disso. A sonoridade do trio tinha surgido de uma viagem de Mariman a Londres, quando viu bandas como Sex Pistols e Eddie & The Hot Rods. Detalhe que o músico assumia a influência dos Ramones – com quem, de fato, podem ser mais comparados até do que com os Pistols.

“Sabia que nós tínhamos essa mesma música dentro de nós. Tecnicamente nós poderíamos lidar com isso, porque você não tem que dominar os instrumentos para tocar música punk”, contou Mariman. Antes da música, Mariman foi jogador de futebol no Royal Antwerp, da região da Antuérpia. O time pertencia a uma agência de viagens marítimas e, por acaso, o músico também trabalhou como mecânico de navios – aliás os irmãos De Haes também trabalhavam no porto.

O primeiro disco dos Kids carregava MUITO na ironia e no discurso destruidor em músicas como Fascist cops, Do you love the nazis e Bloody Belgium. Olha aí.

Uma música do disco que você vai querer ouvir bastante: I wanna get a job in the city.

Olha eles aí, tocando I wanna get a job em fevereiro do ano passado, num show em Berlim.

O primeiro disco dos Kids, aliás, tinha também um I don’t care, como os Ramones no clássico Rocket to Russia (1977).

Já o segundo disco, Naughty Kids, deve ter ofendido muita gente por causa de Jesus Christ (Didn’t exist).

https://www.youtube.com/watch?v=R0zCTWMPMlY

A alegada primeira aparição deles na TV da Bélgica está no YouTube.

Já isso aí é Ludo Mariman virando artista solo em 1985.

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here