“- Que queijo pode ser usado para convencer um urso a descer de uma árvore?
– Não sei, qual?
– Camembert (“come on, bear”, enfim)
– Rarará”

Essa piadola – de fazer inveja aos melhores momentos dos diálogos de José Simão e Ricardo Boechat – foi contada pela robô humanoide Sophia na última quarta (21) durante sua ida ao programa Good Morning Britain. Entrevistada por Piers Morgan e Susanna Reid, ela… bom, o robô desenvolvido pelo especialista em robótica David Hanson (focadíssimo em criar robôs que realmente interajam com as pessoas e deem certa impressão de se identificarem e se preocuparem com elas) mostrou que tem mais presença de espírito, educação e respostas interessantes que boa parte dos entrevistados de hoje em dia. Olha aí.

Se você não entende nada de inglês (e nem ao menos o sotaque britânico), tem legendas automáticas. Agora ficou ruim até para os jornalistas de fofoca: Sophia responde até sobre o tipo de homem-robô que procura para um relacionamento – apesar de dizer que tem “só um ano de vida” e ainda é “muito jovem para se preocupar com um romance”. Seja você de carne e osso ou não, se quiser se candidatar, ela procura homens (ou não) “super honestos, compassivos, super gênios”. Também diz que amou o sotaque britânico.