Apesar do Kraftwerk ter citado Iggy Pop e David Bowie na letra de Trans Europe Express, e da admiração que unia os dois artistas e o grupo alemão, Bowie e o quarteto alemão nunca chegaram a fazer nada juntos. Bowie se tornara fã do Kraftwerk após o lançamento de Autobahn e fazia altas viagens de automóvel escutando a música, além de ter se tornado um cara mais ligado em sons eletrônicos após conhecer o trabalho do grupo.

Iggy Pop e Florian Schneider (Kraftwerk) comprando aspargos

O encontro da banda com os dois artistas não rolou num trem, como sugere a letra, mas numa situação bem menos corriqueira. Ralf Hutter e Florian Schneider, os dois líderes da banda, estiveram com Bowie e Iggy nos bastidores da turnê Station to station, de Bowie, em Paris. Um manager francês do grupo recorda que Bowie e Iggy foram levados para uma festinha de arromba depois do show, e que Ralf e Florian acabaram aparecendo por lá – e foram aplaudidos de pé por cinco minutos pelos dois cantores e por seus respectivos séquitos.

Havia uma discordância dentro da banda sobre a possibilidade do Kraftwerk fazer alguma coisa com Bowie. Wolfgang Flur, outro integrante da banda, jura que Bowie estava doido para gravar com eles e que o Kraftwerk queria co-produzir o lançamento – o assunto ocupa algumas páginas da biografia Publikation, escrita por David Buckley.

Karl Bartos, que também estava na banda na época, não se lembra de nenhuma ideia nesse sentido. De qualquer jeito, seja lá o que Bowie tenha prometido aos alemães depois de uma festinha animada e calibrada, o próprio músico negou em 1995 que havia essa possibilidade, até porque os métodos de trabalho dele e da banda eram completamente diferentes: Bowie fazia tudo em estúdio e o Kraftwerk já chegava com o material pronto.

Em compensação, teve pelo menos uma atividade que uniu o Kraftwerk e Iggy Pop, mas foi uma tarefa nada musical: Iggy (que era fã do disco Radio activity, do Kraftwerk, e costumava colocar a música Geiger counter para pegar no sono) e Florian Schneider saíram juntos para comprar aspargos. Os dois se encontraram na Alemanha, Schneider avisou o amigo que era “temporada de aspargos” e os dois foram visitar as feiras e supermercados locais. “Foi legal, a gente se divertiu muito juntos”, contou Iggy Pop. O depoimento alegre do cantor está num documentário da BBC 4, Krautrock: The rebirth of Germany.

Olha o trecho aí.

(a ilustração lá em cima é de um cara chamado gagambo, que imortalizou Iggy e Florian indo ao supermercado)