Sem Pixies, não adianta nem discutir, não haveria o som do Nirvana em discos como Nevermind (1991). Aliás, não haveria Green Day, não haveria o feliz retorno do ex-Hüsker Dü Bob Mould como líder do Sugar, não haveria boa parte do rock alternativo dos anos 1990, etc.

O lance é que Frank Black(ou Black Francis, enfim), cantor dos Pixies, numa época aí, cansou-se seriamente de ter que responder toda hora sobre as influências dele no som do trio liderado por Kurt Cobain. Aliás, chegou a ser bastante sincero sobre esse assunto num papo com a Kerrang!, um tempo atrás.

“Em algum ponto, comecei a me ressentir um pouco também”, disse. “Especialmente quando era perguntado sobre isso, porque eu sabia que eles eram famosos e tinham alguns discos de muito sucesso. Mas quando me perguntavam várias vezes sobre o Nirvana, eu pensava: ‘Onde eu entro nisso? Eu sou o Nirvana Jr? Estou sendo validado porque algum outro cara mencionou meu nome? ‘. Enfim, foda-se. Não posso fazer nada a respeito”.

>>> Veja também no POP FANTASMA: Várias coisas que você já sabia sobre Doolittle, dos Pixies

O cantor também declarou que esse lance de Pixies-influenciou-Nirvana era uma informação bem estranha: se ele ficasse falando sobre isso, corria o risco de parecer um idiota pomposo, mas também poderia soar como um odiador do grupo caso evitasse falar. Aliás, Francis faz questão de falar que a dualidade silêncio-barulho não foi uma criação dos Pixies e vem da escola pós-punk oitentista (de fato, o Hüsker Dü já investia nisso anos antes do Nirvana, bem como o Killing Joke e, às vezes, o Wire).

“Nós não inventamos uma dinâmica barulhenta-silenciosa. Tem dinâmica em todos os tipos de música. Eu ouvia Sisters Of Mercy na discoteca e tinha muita dinâmica naqueles versos abertos com apenas um baixo, um bumbo e uma caixa. Daí tinha algo maior na música que erguia o som. Muitas bandas tinham uma dinâmica como essa, que pegamos de outras bandas”, revela.

>>> Veja também no POP FANTASMA: Pixies no Coachella em 2004: inesquecível

Aproveite e pegue aí a berraria de Tame, uma das canções dos Pixies cuja influência mais pode ser ouvida no som de Nevermind.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here