Se tudo o que você queria era um manual que misturasse arquitetura com posições do Kama Sutra (com direito a desenhos de escala para facilitar as posições sexuais), seu problema tá resolvido. Saiu lá fora o Archisutra, escrito pelo arquiteto londrino Miguel Bolivar. O livro usa desenhos feitos a régua e compasso para explicar como se faz uma série de posições.

Nada de canguru perneta: as posições ganham nomes referentes a muralhas, ligações entre paredes, pontes e treliças.

Archisutra: fizeram um manual que une arquitetura e Kama Sutra

Bolivar diz que a ideia do livro surgiu de um papo com uma colega sobre um pedido de um cliente. O tal cliente conversou com ela sobre o projeto de um prédio, e perguntou se ela havia levado em conta a visão de pessoas fazendo sexo dentro da tal construção. A tal colega ficou bastante constrangida. “Isso me fez pensar sobre quantas vezes o sexo é considerado quando um arquiteto projeta um construção”, afirma.

Se você sentiu alguma influência do mitológico desenho do Homem vitruviano, de Leonardo Da Vinci, no projeto de Bolivar, é isso mesmo: o arquiteto se inspirou nos diagramas dele e de Le Corbusier pra criar o livro.

Um detalhe é que a ideia de Bolivar não é assim original pra cacete, já que já tem um livro chamado Archisutra, de um ilustrador chamado Federico Babina, onde prédios aparecem transando.

Via Deezen.