Um procedimento comum a pessoas que são flagradas pela polícia com um baseado é (desculpe o termo) dar uma bela coçadona no saco antes de dar a mão para o policial cheirar. Um cara de 24 anos do Kansas, no entanto, decidiu levar seus próprios odores nauseabundos a sério demais, e conseguiu evitar uma investigação policial soltando vários peidos. Aconteceu quando um detetive foi investigá-lo por tráfico de cocaína e posse de armas de fogo.

Peidos impedem investigação policial no Kansas

Isso aí foi o que o Kansas City Star publicou sobre o assunto (via Boing Boing).

“Sean A. Sykes Jr., é acusado na posse do Tribunal Distrital dos EUA da intenção de vender cocaína e de ser um criminoso na posse de três armas de fogo, duas das quais foram denunciadas como tendo sido roubadas.
Em seu relatório sobre a entrevista, o detetive escreveu que, quando perguntado sobre o endereço dele, ‘Sr. Sykes inclinou-se para um lado de sua cadeira e soltou um peido alto antes de responder com o endereço. Sr. Sykes continuou a ser flatulento e terminei a entrevista’, escreveu o detetive.
Os encargos não foram arquivados naquele momento”.